São Tomé 2


Graça e Jordão são dois pescadores que conheci na praia Messias Alves, irmãos separados por uma diferença de idade de 28 anos...



Depois de desenhar algumas casas locais, barcos de pescadores e conviver com as crianças na praia , foi hora do almoço, um belo fulu fulu grelhado no Clube Santana com vista para a praia... 


De volta à praia Messias Alves  voltei a encontrar, Graça e Joaquim, 62 e 64 anos um com 20 e o outro com 10 filhos... Esta dupla de pescadores preparava as redes e o barco para mais uma pescaria... As cabeças das bonecas parece que é um santuário onde fazem as suas preces antes de irem para o mar.


Casa situada na comunidade Morro Peixe na zona norte da ilha ... A maioria das casas na ilha são em madeira com cobertura em chapa zincada... É mais barato... Devido ao calor vivido nas casas, estás são sub-elevadas sob pilares, criando o que chamam de "quintal"... Durante o dia estão no "quintal"a noite no interior da casa...


A visita pelo norte da ilha continua, desta vez na praia da lagoa azul. 


Um almoço no famoso Santola para comer o quê? Santola... Entre muitas conversas falou-se das dificuldades que as autoridades tiveram no combate ao HIV no passado... As pessoas diziam que não usavam preservativo porque a banana não se come com casca...


Antes de ir para o aeroporto e voltar a casa, ainda deu tempo para desenhar o ilhéu Santana, embrulhado num céu de tempestade,  já tinha começado a época das chuvas então o tempo estava bipolar, ora chovia. ora fazia um calor ofegante... clima tropical.  

No final desta viagem fiquei com o desejo de voltar, pois ainda há muito para explorar, para ser  descoberto, desenhado,... nesta ilha/ país africana(o).

Sem comentários:

Enviar um comentário